2007:

O que Você

Considera Arte?

A “Convocatória de Arte do Atelier Plano B” é um projeto anual promovido pelo Atelier de Arte Plano B, que “chama” artistas e todas as pessoas que são ligadas às artes de alguma forma ou não, para pensarem a arte através de suas expressões individuais e autorais, utilizando-se de suportes bidimensionais e em formatos que variam de ano para ano, aonde todos os trabalhos inscritos sempre farão parte da mostras. A Convocatória tem alguns objetivos, como o de divulgar a arte, chamando a participarem também escolas e espaços mais diversos possíveis e itinerar com cada edição realizada. Durante a Bienal B 2007, foram reunidos trabalhos de diversos artistas com a questão “O que você considera Arte?”.

 

2008:

Marcando

a Arte

A “Convocatória de Arte do Atelier Plano B” é um projeto anual promovido pelo Atelier de Arte Plano B, que “chama” artistas e todas as pessoas que são ligadas às artes de alguma forma ou não, para pensarem a arte através de suas expressões individuais e autorais, utilizando-se de suportes bidimensionais e em formatos que variam de ano para ano, aonde todos os trabalhos inscritos sempre farão parte da mostras. A Convocatória tem alguns objetivos, como o de divulgar a arte, chamando a participarem também escolas e espaços mais diversos possíveis e itinerar com cada edição realizada.

 

2009:

Arte

em Quadrado

A III Convocatória de Arte tem por objetivo, congregar tanto artistas quanto pessoas que de algum modo tenham alguma ligação com a arte, promovendo dessa forma a aproximação da comunidade em geral com o universo artístico, e oportunizando também aqueles que iniciam suas carreiras. Como resultado dessa proposta organiza-se uma grande exposição em que temos nomes reconhecidos e respeitados no cenário artístico, até alunos de escolas de 1º e 2º graus, cujos professores foram responsáveis pela organização e execução desses trabalhos. Dessa forma trazemos para dentro de nosso atelier um grande quantidade de pessoas por intermédio da visitação da exposição, que aproximam-se da arte através do envolvimento direto, ao mesmo tempo em que cria-se uma grande interação entre artistas das mais diversas procedências, tanto em relação as suas formações quanto de regiões do Estado e do Brasil.

 

2010-2011:

Arte

em Xeque

A “Convocatória de Arte do Atelier Plano B” é um projeto anual promovido pelo Atelier de Arte Plano B, que “chama” artistas e todas as pessoas que são ligadas às artes de alguma forma ou não, para pensarem a arte através de suas expressões individuais e autorais, utilizando-se de suportes bidimensionais e em formatos que variam de ano para ano, aonde todos os trabalhos inscritos sempre farão parte da mostras. A Convocatória tem alguns objetivos, como o de divulgar a arte, chamando a participarem também escolas e espaços mais diversos possíveis e itinerar com cada edição realizada.

 

2011:

1ª Pessoa:

Pessoas

Com a participação de 18 artistas que apresentarão imagens, instalações objetos, desenhos, audio, vídeo, vídeo interativo, projeção, ação e performance, a exposição “1ª Pessoa: Pessoas” aborda tema envolvente e muito pessoal revelando, por meio das obras apresentadas, os vários “eus tu eles”, que fazem parte de cada “pessoa” desses artistas. Oferecem ao público sentimentos, sensações, percepções e lembranças, que fazem parte de suas pesquisas e da pessoa do artista-criador.

 

2011:

In

Foto

O Projeto IN FOTO, idealizado pela artista visual e fotógrafa Kátia Costa, tem como objetivo mapear artistas que trabalham com a imagem em suas produções autorais. O trabalho tem como premissas a apropriação e a difusão; a primeira porque cada artista apropria-se da imagem do outro para constituir a sua; a segunda porque o trabalho propaga-se em uma rede de sentidos ultrapassando fronteiras para atingir novos lugares e públicos. A intenção da criadora é que ele migre “ad infinitum”. O projeto estabelece que cada artista, a partir da própria autora, faça uma fotografia com tema livre, dentro de determinadas regras e passe uma cópia para outro. O próximo artista deve incluí-la em sua foto e assim sucessivamente. Os elos da corrente expandem-se: uma imagem torna-se parte de outra até o possível desaparecimento (ou não), contudo, mesmo invisível, ela sempre será uma peça deste imenso quebra-cabeça em evolução. A situação construída por cada artista revela algo de si, de sua história, de um momento ou de um sonho. Sonho este que Kátia Costa leva ao limite: uma imagem dentro da outra em um fluxo incessante extrapolando os limites de espaço-tempo. Como diz Didi-Hubermann¹ : “(...) os tempos são trançados, feitos e desfeitos, contraditos e superdimensionados.” O tempo, aqui, estabelece uma visibilidade outra: expandida, espelhada. O artista cumpre o seu papel criando e recriando imagens, dando-lhes vida própria, ares de estranhamento ou de mistério; simplesmente registrando o efêmero, o passageiro ou um objeto do cotidiano, porém, uma única vez o registro de algo é feito e a sua repetição só se dá novamente ao se incorporar a uma nova fotografia. O projeto é instigante, tanto pela proposta coletiva inovadora que forma uma cadeia ou entrelaçamento, quanto pela possibilidade de infinitude que ele deve atingir.

Ana Zavadil

Crítica de Arte, Mestre em Artes Visuais pela UFSM.

¹DIDI-HUBERMANN, Georges. O que vemos o que nos olha. São Paulo. Ed.34, 1998. P. 146.

 

2011-2012:

Giro

na Arte

A “Convocatória de Arte do Atelier Plano B” é um projeto anual promovido pelo Atelier de Arte Plano B, que “chama” artistas e todas as pessoas que são ligadas às artes de alguma forma ou não, para pensarem a arte através de suas expressões individuais e autorais, utilizando-se de suportes bidimensionais e em formatos que variam de ano para ano, aonde todos os trabalhos inscritos sempre farão parte da mostras. A Convocatória tem alguns objetivos, como o de divulgar a arte, chamando a participarem também escolas e espaços mais diversos possíveis e itinerar com cada edição realizada.

 

2013-2014:

Encaixando

a Arte

A “Convocatória de Arte do Atelier Plano B” é um projeto anual promovido pelo Atelier de Arte Plano B, que “chama” artistas e todas as pessoas que são ligadas às artes de alguma forma ou não, para pensarem a arte através de suas expressões individuais e autorais, utilizando-se de suportes bidimensionais e em formatos que variam de ano para ano, aonde todos os trabalhos inscritos sempre farão parte da mostras. A Convocatória tem alguns objetivos, como o de divulgar a arte, chamando a participarem também escolas e espaços mais diversos possíveis e itinerar com cada edição realizada.